A Dona do Pedaço: Régis se torna evangélico e homofóbico na reta final da novela

O playboy se recusará a comparecer ao casamento de Agno e Leandro em nome da religião

Na reta final de A Dona do Pedaço, Régis (Reynaldo Gianecchini) seguirá os passos de Josiane (Agatha Moreira) para encontrar a redenção. Nesse sentido, é possível destacar que assim como a filha de Maria da Paz (Juliana Paes), o playboy se tornará evangélico para tentar encontrar perdão por tudo o que fez ao longo da trama de Walcyr Carrasco.

Devido a sua nova religião, Régis passará a rejeitar a união de Agno (Malvino Salvador) e Leandro (Guilherme Leicam). O vilão redimido recusará o convite para comparecer ao casamento do casal homossexual de A Dona do Pedaço, que acontecerá no último capítulo da novela.

Tudo começará a acontecer depois que Josiane for presa e encontrar a redenção na cadeia por meio da religião. Um pastor evangélico que sempre vai ao presídio conseguirá converter a patricinha, que chegará a se arrepender de fato pelo que fez com a mãe.

PUBLICIDADE

Nesse sentido, Josiane pedirá a Maria da Paz para conversar com Régis e Téo (Rainer Cadete) por ela e pedir para que os dois lhe façam visitas. Durante a conversa em questão, a evangélica recém convertida dirá a sua mãe que fez mal a Régis, influenciando-o a praticar golpes.

A boleira dará o recado da filha e Régis acabará aceitando fazer uma visita a Josiane na prisão. Durante essa visita, a patricinha contará tudo a respeito de sua nova crença e dirá ao filho de Gladys (Nathalia Timberg) que o pastor responsável por fazer os cultos na prisão tem uma igreja fora. Ela também apontará que acredita que a religião poderia fazer bem a Régis.

Ele, por sua vez, terá uma reação positiva e aceitará conhecer o local em questão. A partir disso, o playboy iniciará o seu processo de conversão, se tornando religioso ao ponto de recusar o convite para o casamento de Agno.

PUBLICIDADE

Gladys será a encarregada de expor para o ex-genro os motivos pelos quais Régis não compareceu à cerimônia. Nesse sentido, a dondoca dirá a Agno que o filho não aceitou o convite por sua religião.

Ao tomar conhecimento disso, Agno dirá que se a conversão está fazendo bem para Régis, ele tentará não julgar. Entretanto, o empresário destacará que não consegue compreender os motivos para que as pessoas julguem a sexualidade alheia.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.