A polêmica envolvendo Fernanda Lima e Eduardo Costa ganho um novo capítulo; Entenda

O Processo da artista global contra o cantor sertanejo ganhou um novo capítulo na justiça.

O processo judicial que está em aberto da apresentadora global Fernanda Lima contra o cantor sertanejo Eduardo Costa pode acabar em um acordo com pena alternativa.

De acordo com o programa Fofocalizando, da emissora SBT, o Ministério Público concedeu uma orientação para finalizar o processo de calúnia, injúria e difamação antes do esperado.

A justiça ofertou para que o cantor fizesse 50 horas de trabalhos comunitários durante um mês. Porém, a assessoria de imprensa de Eduardo Costa disse que ele ainda não foi avisado sobre esta possível decisão.

A artista global entrou na justiça contra Eduardo, depois dele ter realizado algumas ofensas nas redes sociais ao assistir seu programa na emissora Rede Globo.

Recentemente, Fernanda Lima resolveu deixar tudo esclarecido sobre a sua decisão de processar o cantor sertanejo. Ela registrou um aviso dando a sua versão sobre o acontecimento.
A apresentadora fez questão de esclarecer o que fez com que ela procurasse a justiça. “Em tempos de fake news é melhor esclarecer os fatos.

Sobre o Sr. Eduardo Costa: Depois de ser difamada, agredida e ameaçada por ele através de um post indignado, procurei orientação jurídica a fim de proteger a mim e a minha família.

Fui orientada a processá-lo, pois dessa forma inibiria agressões futuras. E assim o fiz”.

A esposa do ator Rodrigo Hilbert também disse sobre a solicitação de desculpas do sertanejo na TV e o que achou de seu ato.
“Após eu autorizar o processo, o Sr. Eduardo Costa pediu desculpas através de outros programas a que foi convidado, deixando claro que não se arrepende do que disse e, sim, da forma como disse.

Tendo em vista que ele me agrediu moralmente, me ameaçou, incitou o ódio de seus fãs contra mim (ontem mesmo minha assessoria recebeu telefonema de um fã dele me ameaçando) e atacou o meu trabalho, não entendo que pedido de desculpas é esse.

Além disso, um pedido de desculpa verdadeiro pode até ser louvável, mas ele não repara o mal que fez a vítima. Faz parte do machismo estrutural transformar a vítima em ré.

Era justamente esse o assunto do programa Amor e Sexo que tanto indignou o meu agressor”.

 

Escrito por Carla Gomes

Colunista em diversos sites. Adoro escrever sobre qualquer assunto. Cursando publicidade e marketing. Apaixonada e ecommerce e marketing digital. Contato: [email protected]