Isaac kappy, ator de Thor tira própria vida, após sucesso de Vingadores; ‘Não fui um bom homem’, diz carta de despedida

Isaac tinha 42 anos e deixou uma longa carta antes de sua morte.

Todos sabem que cedo ou tarde teremos que encarar a morte, o morrer é algo natural e faz parte do ciclo da vida; nascer, crescer, se reproduzir e morrer, é dessa forma. Porém quando a morte não se dá de forma natural, costuma chocar as pessoas, a tristeza é maior, a dor é mais dilaceradora e o luto se torna mais dolorido.

Assim recebemos a lamentável noticia nesta quarta-feira, dia 15 de maio, e abalou os fãs da Marvel. Os grandes sites e na mídia de forma geral está sendo divulgado com grande pesar e sentimento que o ator que fez um dos maiores filmes da Marvel, inclusive foi ele quem deu vida ao “Thor”, acabou falecendo, de forma inesperada, repentina e imaginável, de acordo com as informações da Imprensa internacional, ele deu fim a sua própria existência, aos 42 anos de idade.

Imagem relacionadaO renomado ator foi um dos grandes astros do filme Thor, do ano ano de 2009 , ele também atuou em “O Exterminador do Futuro 3”.

PUBLICIDADE

A morte é anunciado justamente agora, quando Vingadores: Ultimato está em cartaz, contribuiu para uma maior comoção nas redes sociais.
A polícia informou  que Isaac se jogou da ponte da Transwestern Road, localizada no estado do Arizona. Seu corpo caiu no quilômetro 40 da estrada interestadual, ao cair na rodovia foi atingido por uma picape que passava em alta velocidade pelo local, tornando sua partida ainda mais trágica e triste.

Antes de colocar o ato em pratica, ele deixou uma carta tentando justificar sua decisão.“Eu acreditava que eu era um homem bom homem. Eu não tenho sido um bom homem. Na realidade, eu tenho sido um cara muito ruim ao longo da minha vida.

Eu usei pessoas por dinheiro, eu traí muitas pessoas e a confiança delas. Eu vendi drogas, soneguei impostos, tenho dívidas. Abusei doo meu corpo com cigarros, drogas e álcool. Abusei de pessoas que me amaram, incluindo minha família”.

PUBLICIDADE

É de suma importância dizer que no Brasil, existe o trabalho do Centro de Valorização da Vida, o CVV. O contato com o órgão é gratuito e pode ser feito pela internet, como também por telefone.  Busque ajuda caso você tenha pensamentos que o leve a concluir que perdeu a vontade de viver, ligue 188.

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Gomes

Colunista em diversos sites. Adoro escrever sobre qualquer assunto. Cursando publicidade e marketing. Apaixonada e ecommerce e marketing digital. Contato: [email protected]