Dupla sertaneja Henrique e Juliano terão que pagar R$ 300 mil reais de indenização por danos morais

O funcionário Carlos de Souza teria levado um choque no momento em que reparava uma estrutura em cima do palco.

A dupla de grande sucesso, Henrique e Juliano passou por uma situação difícil no último ano, e precisará pagar um valor de 300 mil reais por danos morais a família de um funcionário.

O que acontece é que o rapaz identificado por Carlos Barbosa de Souza, teria vindo a óbito após levar um choque enquanto fazia reparos em uma estrutura em cima do palco onde a dupla sertaneja apresentaria.

Nesta última terça feira, dia 11 de Fevereiro, foi estabelecido que além da indenização, a dupla também teria que arcar com um valor de um salário minimo para cada um dos pais da vitima do acidente até os seus falecimentos.

Mauricio Vieira de Carvalho, é o advogado representante da dupla e também da empresa WorkShow Produções Artísticas, e ele anunciou o que havia sido o resultado que eles esperam por parte da defesa.

Ele declarou que as partes da defesa teria ficado satisfeitos com o resultado do processo, pois a empresa teria fornecido a família do falecido funcionário, toda a assistência e apoio necessário. Isso conforme o dia que teria ocorrido o acidente até esse momento, e e isso não seria de outro modo.

Já a doutora Paula Ramos Nora de Santis, advogada que representa a família de Carlos, relatou que a quantia estabelecida não seria o valor que a família aguardava.

Mas que mesmo assim se propuseram a aceitar para evitar um futuro desgaste no processo, isso porque o pais do rapaz morte são de idade avançada, e com a noticia do falecimento do filho, precisaram se deslocar de Tocantins, onde residem, até Goiânia, local em que ocorreu a audiência.

Em declaração a advogada relatou que eles são idosos e estão muito exaustos e com a perda do filho vem sofrendo muito, na visão da advogada o valor poderia ser mais “justo”, e confessou que aceitaram de cara o valor pois eles precisam ir embora para descansar.

A audiência ocorreu em Goiânia, e tiverem presentes além dos pais, mais 9 irmãos da vitima, além de mais 3 advogados que acompanhavam o caso.

Os cantores sertanejo Henrique e juliano não estiveram presente na audiência, teriam comparecido um advogado e dois funcionários da dupla para representá-los.

O acidente teria ocorrido no ano de 2019, em Minas Gerais, após levar o choque, Carlos teria caído de uma altura de 6 metros, e acabou sofrendo uma parada cardíaca, e acabou vindo a óbito.

 

 

 

 

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.