Filho promete vingar a perda da Mãe, e manda um recado pra o Pai: “Se você não morrer na cadeia, vai morrer aqui fora”

Filho promete vingar a morte da Mãe, e manda um recado pra o Pai: “Se você não morrer na cadeia, vai morrer aqui fora"

 

 

Senhora de 49 anos que morava no sítio tananduba de cima zona rural de Guarabira foi assassinada com vários golpes de faca pelo seu companheiro Evandir.

 

Laurinda foi assassinada de madrugada, o filho dela, Welton Pereira e 19 anos conta com maiores detalhes como aconteceu essa tragédia.

PUBLICIDADE

 

Como sempre eu saia para trabalhar as 5 horas da manhã, ela levantou e fez minha comida, antes de sair de casa contei a ela sobre uma conversa que tive com ele,ele me disse : esqueça que sou seu pai, porque você vai ter uma surpresa muito ruim. Eu pensei que ele ia suicidar.

 

Então ela me disse: Meu filho entrega ele nas mãos de Deus, foi a última vez que eu vi minha mãe, fui trabalhar preocupado, mais tarde me ligaram dizendo que minha mãe estava passando muito mau, ai voltei para casa desesperado.

 

Quando cheguei vi minha mãe no chão, foi uma cena terrível não desejo nem pra meu pior inimigo, foi muito difícil.

PUBLICIDADE

Todo filho queria ter uma mãe como ela, o que ela podia fazer por mim ela fazia, e se não tivesse ela arrumava para me dar. Quando fiquei sem moto ela fez o maior esforço e comprou uma para mim, só para não me ver desesperado para trabalhar.

 

Ela era minha mãe e uma grande amiga , eu contava tudo pra ela, a gente não tinha segredos.

 

Ele disse que minha mãe traia ele mas isso é mentira ,tudo que ela fazia ela me falava, já meu relacionamento com meu pai era muito distante a gente mal falava um oi, nunca preocupou comigo.

 

Ele queria voltar para minha mãe de qualquer jeito, deixou até a mulher que ele tava, pois estava separado de minha mãe, então ela disse a ele: você tem que escolher ou ela ou eu.

 

Ela nunca me disse que estava sendo ameaçada por ele ,ela só dizia: eu não confio em seu pai.

 

Ele disse por aí que se eu entrasse no meio me mataria também , e que ele era bom no dedo, ele tem que lembrar que também sei atirar, agora vamos ver quem é o mais rápido no gatilho.

 

Jurei pra minha mãe no caixão que ia me vingar dele, mas será dois desgosto que vou ter na vida, se matarem ele na cadeia sem eu puder por minhas mãos nele.

 

No dia que ele sair e eu souber, vou fazer com ele tudo que eu quero e depois me entrego a polícia ,vou fazer justiça com minhas próprias mãos, esse pecado se eu tiver de ir pro inferno ,eu vou sorrindo.

 

Eu queria conversar com ele frente a frente mas o delegado não deixou ,se eu morrer hoje vou morrer com dois desgosto, um que minha mãe morreu e outro que eu não pude me vingar de meu pai, ele pode passar anos preso ou sair amanhã, vou atrás dele ou ele vai atrás de mim.

 

Ele queria que minha mãe vendesse a terra para dar o dinheiro a ele, foi isso que ele sempre me falava e disse pra minha mãe: posso perder pra justiça ,mas para você eu não vou perder, isso foi minha mãe que me falou.

PUBLICIDADE

Escrito por Redatora S Silva

Sou colunista de noticias, de famosos, tv, receitas, politicas e testemunhos e mensagens, reflexoes. Buscamos sempre o melhor, para que as notcias chega a tempo para todos.