Jovem de 28 anos negra é rejeitada em cota de concurso por ser “linda”, diz justiça

Mulher de 28 anos negra é excluída do concurso por ser “bela”, relata justiça

Uma funcionaria da economia conhecida por Rebeca da Silva Mello, de apenas 28, acabou sendo retirada da seleção de cotas depois de uma verificação realizada pelo Grupo Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e da famosa Seleção e de Promoção de Eventos mais conhecida como (Cebraspe).

A moça chegou ser aprovada na seleção de uma vaga para técnica na área administrativa do Ministério Público no ano de 2018, e ganharia uma renda inicial de R$ 7 000 mensais.

Segundo informações ditas pelo desembargador conhecido por Teófilo Caetano, a jovem Rebeca foi retirada porque a banca examinadora decidiu que ela não sofre preconceitos por ser “linda”.

PUBLICIDADE

“Ou seja, influencia indubitavelmente de tal esgrimir que, por ser [a selecionada] uma garota gata e não aparentar as estruturas ‘classificadas aos de origem negra’ (cabelo crespo, nariz e lábios grandemente acentuados, cor da pele negra evidenciada) não ocorrerá preconceitos, mesmo sendo negra/parda, e, entretanto, tinha que ser deletada do sistema de cotas”, ordenou o juiz na resposta.

A moça procurou a 1ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e também o órgão chamado Territórios (TJDFT), que resolveu mantê-la no cargo de candidata no sistema.

PUBLICIDADE

Em meio ao processo judicial, a Cebraspe declarou que, para entrar no sistema de cotas, “o motivo de uma mulher ser não branca não quer dizer que reconhecer compulsoriamente que seja de origem negra”.

A funcionaria da economia, que disse ser uma descendente de quilombolas, não ficou de acordo com a resposta dada pela instituição. “Eu sou negra sim, mas por qual motivo não tenho permissão de ser para esse sistema de cotas? É lamentável”, disse ela.

Via: msn.com

PUBLICIDADE

Escrito por Wellington Pereira Da Silva

Sou Estudante e redator amo escrever as melhores notícias ,curiosidades, historias ,dicas e entretenimento você encontra por aqui.