Luto: cantor perde dura batalha para o câncer e morre

A notícia foi dada através de um televisão estatal nesta última quinta-feira (8)

Nesta última quinta-feira (8) de acordo com uma notícia dada pela televisão estatal do Irã, morreu o compositor Mohammad Reza Shajarian, que reviveu a música clássico no país.

O músico se tornou um símbolo de oposição após a acirrada eleição presidencial que ocorreu no país. O compositor morreu em um hospital de Teerã, aos 80 anos de idade.

Shajarian era compositor e cantor clássico, e tentou ficar de fora da política, por mais que logo em um primeiro momento ele cantasse em apoio ao movimento que foi responsável por derrubar o último monarca do país, que ocorreu em 1979, inaugurando assim a República Islâmica.

No entanto, em 2000, quando o governo reprimiu os protestos que eram feitos contra a eleição que deu um segundo mandado ao presidente linha-dura, Mahmoud Ahmadinejad, o compositor passou a exigir que a mídia estatal não usasse mais a sua música.

Devido a isso, o governo retaliou o cantor, e passou a proibir que ele fizesse shows e lançasse álbuns. No entanto isso serviu somente para aumentar a popularidade do mesmo.

Em uma publicação feita agora através de seu perfil no Twitter, o presidente Hassan Rouhani, declarou que a nação iraniana é grata pelo compositor, e que sempre irá manter seu nome e memória vivos ao longo dos anos. Nas redes sociais, alguns vídeos mostravam os fãs do compositor reunidos à noite do lado de fora do hospital onde ele veio a falecer.

Via: uol.com.br

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.