Mãe de criança que morreu após tomar choque comove à todos com desabafo

A menina tinha apenas 8 anos de idade e não resistiu depois de sofrer toda descarga elétrica depois de tocar em uma decoração natalina em uma praça.

Devastada, esse é o jeito que os familiares de Júlia Honória Franco se encontram depois da menina perder a própria vida na última sexta-feira, dia 27 de novembro. Ao dar um passeio com seus pais e sua irmã, a criança teria sofrido uma descarga elétrica depois de encostar em uma estrutura de decoração natalina, localizada em uma praça em Caldas Novas, que fica em Goiás.

Após ser socorrida pelo Samu, a menina foi levada a um hospital da cidade, contudo, ainda no caminha, ela sofreu uma parada cardiorrespiratória e veio a óbito. Ao decorrer de uma entrevista, Rejayni Honória de Almeida, mãe da criança; chegou a desabafar sobre o trágico acidente, dizendo que sua filha era um anjo. Feliz, a menininha de apenas 8 anos amava tirar fotografias, brincar e era muito estudiosa e obediente.

Ainda de acordo com ela, Júlia adorava acompanhar a mãe na igreja e estar sempre aprendendo mais e mais a palavra de Deus. Em choque, ela descreve o sentimento que vem vivendo, e fala sobre buscar forças com seu Deus. Ela diz que fica um sentimento de pura tristeza, porque era simplesmente um anjo, e que é uma dor bastante dolorosa.

PUBLICIDADE

Por fim, ela cita que Deus a lhe entregou um anjo para ela cuidar por 8 anos e agora o recolheu, então chegou a pedir para que ele lhe desse forças para continuar. Pouco depois do acidente, um funcionário da prefeitura da cidade marcou presença no local e teria constatado que a estrutura que a menina encostou estava totalmente energizada, que acabou registrando um Boletim de Ocorrência.

Ainda naquele lugar, havia fios que se encontravam desencapados. Um inquérito foi aberto, com intenção de conseguirem as causa do acidente.

Via: g1.globo.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.