Parrerito, do Trio Parada Dura, permanece internado em UTI e respira com aparelhos

O cantor foi internado ao ser diagnosticado com Covid-19 nesta semana e segue no hospital.

O cantor sertanejo Parrerito, que faz parte do Trio Parada Dura, foi internado no último sábado após ter sido diagnosticado com Covid-19, e segue ainda no hospital para o tratamento contra a doença. No entanto, ao que tudo indica, agora o cantor passou novamente por uma melhora em seu quadro de saúde. O sertanejo de 67 anos de idade, logo no começo desta semana, passou por uma piora em seu estado de saúde, e precisou ser entubado, devido aos sintomas terem se agravado.

Mas, agora, de acordo com as novidades a respeito do estado de saúde de Parrerito, ele está recebendo suporte intensivo de respirador mecânico, como noticiou o boletim médico do cantor que foi divulgado nesta sexta-feira (4). De acordo com a nota enviada pelo hospital, o cantor ainda está internado na UTI do Hospital Unimed, da cidade de Belo Horizonte no estado de Minas Gerais, no entanto, o seu quadro agora é dito como estável e ele não tem passado por nenhuma intercorrência, de acordo com os médicos. Os sinais vitais do cantor são bons, e ele segue no respirador mecânico.

No entanto, no momento, como foi divulgado pelos médicos que estão tratando do sertanejo, não se tem previsão alguma de quando ele irá deixar a UTI onde segue internado para o tratamento contra a doença. Outro fator que tem exigido mais cuidados no tratamento do cantor para a doença em questão, é o fato de que Parrerito é diabético, e além de ter mais de 60 anos de idade o que já se enquadra para o grupo de risco para a doença, complicações também podem ocorrer em pacientes que possuem diabetes.

PUBLICIDADE

Na última quarta-feira (2) veio a notícia de que o cantor estaria ainda internado devido a doença, e que havia precisado ser entubado, por não conseguir respirar adequadamente diante do quadro de Covid-19. Diante disso, o cantor havia apresentado ao mesmo tempo uma melhora clínica, nas últimas 24 horas anteriores. O boletim médico demonstrava já que a melhora poderia ocorrer para o cantor, fato que se comprovou agora, visto que o mesmo passou para a respiração mecânica, e tem apresentado um bom desenvolvimento diante da doença.

Logo quando o cantor acordou na quarta-feira, o que foi informado é que ele estaria bem hiperativo, e devido a isso, os médicos precisaram novamente sedá-lo para que ele continuasse respondendo bem ao tratamento. A respeito da glicemia do cantor, os médicos informaram que no momento estava controlada, e que ele estava apresentando uma boa resposta a isso, por mais que o mesmo seja diabético.

Ainda é esperado que em breve os médicos informem quando acontecerá a alta do cantor, visto que ele foi internado na segunda-feira (31). Em um determinado momento, o cantor passou a ter 50% do seu pulmão comprometido pela doença, e acabou ficando em estado grave com foi informado ao longo da semana nos vários boletins médicos que foram divulgados.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.