Pastora de uma igreja Batista revela durante culto que é transexual e é expulsa da igreja evangélica

A pastora afirmou em público no mês de junho, onde estava falando com os fiéis sobre mostrar o verdadeiro eu.

Júnia Joplin de 41 anos, é uma pastora da Igreja Batista de Lorne Park em Ontário no Canadá, recentemente ela revelou em meio a congregação que ela era transexual.

A pastora afirmou em público no mês de junho, onde estava falando com os fiéis sobre mostrar o verdadeiro eu e revelar os seus sentimentos, não ter medo, no final do sermão ela relatou para a igreja que era transexual.

Júnia foi expulsa da igreja Batista, de acordo com as informações foi realizado uma votação na igreja, 53 eram favoráveis à ela, mas 58 contra, ela perdeu na votação e por isso foi excluída do rol de membros da instituição.

A reverenda demonstrou tristeza, ela lamentou nas redes sociais falando que a sua sinceridade em revelar o que ela era de fato, custou seu cargo na Instituição.

Mas Júnia ficou surpresa por tantas pessoas estarem apoiando, afinal de contas a votação foi bem acirrada.


Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.