Professora é presa após obrigar alunos a fazer ‘trabalhos especiais’ em troca de boas notas

A educadora ameaçava os jovens alegando que se eles não fossem para a cama com ela, iriam repetir de ano, confira

A notícia de que uma professora colombiana estaria abusando de seus próprios alunos explodiu na web. O jornal Daily Mail apurou o caso e informou que a mulher obrigava os jovens do ensino médio que possuíam idades entre 16 e 17 anos, a terem relações com ela.

O ato seria em troca de boas notas para passar de ano na escola. A professora foi identificada como Yokasta M e pode ficar presa por até 40 anos devido aos seus crimes.

O canal 4 também investigou o caso e explicou que os abusos aconteceram na cidade de Medellín, localizada na Colômbia. O crime já teria acontecido há alguns meses, logo no mês de janeiro e abril de 2019.

PUBLICIDADE

Se sabe que a educadora tinha uma estratégia bem diferente para abordar os alunos e utilizava as redes sociais para pedir os números de telefone dos estudantes. Yokasta alegava que era apenas para ajudar os garotos a passarem em sua matéria.

Porém, a professora utilizada o aplicativo de mensagens, WhatsApp, para enviar diversas fotos íntimas sem roupa para os garotos. Yokasta era casa e não se sabe se continua desta forma.As informações afirmam que ela convidava os adolescentes até o seu apartamento para os ensinar sobre a lição. Uma vez lá, a mulher obrigava os garotos a terem relações com ela e fazia diversas ameaças caso negassem seu pedido.

Afirmava que os estudantes iriam repetir de ano caso não fossem para a cama com ela. Yokasta só foi pega porque uma de suas vítimas se cansou e decidiu compartilhar os abusos com seus pais.

PUBLICIDADE

Os pais também tiveram acesso ao conteúdo íntimo enviado para os jovens no WhatsApp e procuraram a polícia. Após prestarem uma queixa e com as provas em mãos, a professora foi presa.

A vida de Yokasta M não parou de piorar. Após o crime explodir na web e chegar ao conhecimento de milhares de pessoas, seu marido não quis mais continuar casado e entrou com um pedido de divórcio.

A justiça vai cuidar do seu caso e sua pena máxima pode render algumas décadas atrás das grades. Se sabe que são até 4 décadas presa.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Gomes

Colunista em diversos sites. Adoro escrever sobre qualquer assunto. Cursando publicidade e marketing. Apaixonada e ecommerce e marketing digital. Contato: [email protected]