UTI móvel quebra 3 vezes no percurso enquanto transfere bebê e conclui o trajeto, em versão lenta de 5 km/h no litoral de SP

A ambulância fazia o transporte do bebê que estava entubado na UTI do Hospital Irmã Dulce, em Praia Grande.

O bebê estava a espera de ter uma vaga, para ser atendido por um cardiologista infantil, desde a última sexta-feira (12). Durante o transporte ele acabou por quebrar e precisou de fazer três paragens, enquanto realizava a viagem para São Bernardo do Campo (SP), onde o bebê conseguiu uma vaga depois de um meio de liminar, na manhã desta quinta (18).

O menino, Lorenzo Gabriel Soares, de um ano e dois meses, reside com a família em Mongaguá, e precisou de dar entrada na unidade hospitalar devido a uma cardiopatia congênita. O menino acabou por ficar hospitalizado, a tratar de uma infeção grave, e aguardava que o estado lhe desse uma vaga para ser atendido por um cardiologista infantil, para tentar realizar a cirurgia para a correcao do problema do coração, uma vez que nenhuma unidade hospitalar da Baixada Santista prestava auxilio no atendimento.

Segundo o tio do menino, Regiane Maria Andrade, técnica de enfermagem, disse que nesta manhã desta última quarta (17), a infeção regrediu, e que por esse motivo, os médicos tomaram a decisão de reduzir a dose dos medicamentos. Além disso,  por volta das seis horas, o menino sofreu uma parada cardíaca, e o quadro de saúde se agravou.

PUBLICIDADE

A enfermeira falou ainda, que a vaga já foi liberada pela Justiça, na tarde desta quarta, depois de o advogado da família ter dado entrada a um pedido de liminar pedindo o atendimento.

O pedido foi aceite, e a vaga já foi liberada nesta quinta. O transporte do menino, foi feito através de uma UTI móvel, um veículo preparado para socorrer esse tipo de casos de emergência e urgência, aos pacientes que sofrem de patologias graves e riscos iminentes de vida.

Ela diz ainda, que durante o percurso, o câmbio do veículo acabou por quebrar três vezes, no qual foi impedido a troca de marchas. O motorista acabou por receber auxílio no veículo. Mas devido à gravidade do bebê, o motorista, decidiu seguir o percurso, e subiu a Serra do Mar, mais lento devido ao problema da ambulância.

PUBLICIDADE

Atrás, seguia o pai e a tia do bebê, que captaram o momento em que o motorista seguia lentamente, fazendo o trajeto. Já depois de uma hora e meia da saída, finalmente conseguiram chegar ao destino, onde Lorenzo foi transferido e entubado de novo.

No final tudo correu bem, e a família pede que continuem orando pelo pequeno Lorenzo.

 

 

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!